DICIONÁRIO
CRÍTICO

Compreende-se como uma atividade de subversão. Nosso ato de atribuir seus significados, dicionário crítico tem como objetivo elaborar um conjunto de palavras subvertendo a centralidade do mapa como delimitação de algo emanado pela instituição, para dar lugar à produção de pensamento múltiplo, compartilhado e polifônico. Desse modo, as definições atribuídas às palavras desenham sentidos que podem caminhar para as disputas que tornam esses sentidos/significações relevantes o dicionário é crítico justamente por acolher as divergências entre as atribuições feitas por considerar algo precioso o que faz dele diferente de outros dicionários. 

 

O problema é quando os diferentes modos de atribuir sentidos nos coloca em relações de diferença com o mundo, o que ampliam a submissão, o conformismo, a estupidez e a brutalidade. Ao mesmo tempo que o dicionário é um processo de disputa é também afirmação da diferença, de um pensamento polifônico diversos, ao contrário do pensamento único. Uma vez definidas elas desenham fronteiras, aproximações, distanciamentos etc. E com uma lente de aumento ou aproximação percebemos as relações políticas estéticas e de disputa entre os sentidos atribuídas às palavras.

zona tórrida_IDV-16.png